Máscaras Impermanentes

"Aos Mortos Que Ainda Vivem e
Podem Ser Despertados".

Em Jundiaí (SP)

Foto Instalação - Máscaras Impermanentes

Não é a primeira nem a segunda vez que as máscaras impermanentes aportam em Jundiaí. De maneira discreta, as primeiras impressões do projeto foram expostas na saudosa Casa Colaborava, o que consequentemente possibilitou parcipar da ocupação do espaço OCUPA COABORATIVA, dessa vez, de maneira nada discreta onde oito fotografias de 3 x 4m se acomodaram às paredes da fachada do espaço e pontuaram sua presença na cidade.

Ainda, como consequência desse processo, o produtor Gustavo Koch escreveu e adaptou o projeto para o PROAC-SP Obras e Exposições 2018, e foi um dos contemplados a configurar uma exposição no interior paulista, dentre tantos inscritos nesse ano de 2019.

A ocupação do Complexo Fepasa pelas Máscaras Impermanentes se dará a forma de uma gigante foto instalação quando o público poderá fazer uma imersão em um enorme labirinto de máscaras translúcidas, composta por 80 fotografias de 1,0 x 1,5m cada, a maior já feita pelo artista Alessandro Celante.

A obra ficará exposta de 08 de abril a 04 de maio de 2019, na Sala Jundiaí, Complexo Fepasa - Avenida União dos Ferroviários, 1760, Centro, com as sextas-feiras das 16h às 18h com visitação guiada pelo artista - Visitação gratuita.

O projeto Máscaras Impermanentes e equipe, agradecem e esperam por sua presença.